O Dia dos Pais foi a data escolhida para uma ação de interação entre crianças e seus responsáveis promovida pela Academia Brasileira de Belas Artes, em parceria com o Estúdio Di Paula, na Praia de Copacabana. O público infantil que estava na área de lazer da Avenida Atlântica foi convidado a participar, gratuitamente, de oficinas criativas onde poderiam produzir pinturas ou interagir com bonecos. Ao fim, todos os participantes mirins receberam medalhas e certificados de participação.

A estrutura foi montada na altura da Rua Barão de Ipanema e em pouco tempo, a movimentação passou a atrair mais participantes, que logo encheram o espaço. De um lado, caixas de papelão serviam de cavalete, onde folhas de papel, presas com pregadores de roupa, serviam de tela. As tintas estavam a disposição dos pequenos pintores, que, dentre as produções, fizeram desenhos diversos, assim como mensagens pela data comemorativa celebrada na ocasião.

Ao lado, havia bonecos bastante conhecidos do público, dispostos sobre uma toalha com pinturas retratando heróis do Olimpo. “Estes são de domínio público, diferente dos que trouxe brinquedos. A ideia é criar, a partir deles, novos super-heróis”, explicou o artista plástico Di Paula, que montou a mesma ação, com bastante sucesso, no Imperator (no Méier), na ocasião do Dia das Crianças. Usando materiais como fitas autoadesivas, canetinhas e outros artigos de papelaria, ele mostrou ser possível usar a estrutura de cada objeto para produzir novas características, criando um novo personagem. Apesar da ideia original, muitas crianças optaram por apenas por se sentar e brincar, quase todas em companhia de seus pais.

Devido ao sucesso, estão programados outros trabalhos semelhantes nos dias 26 de agosto (em frente à entrada do Forte de Copacabana), 12 e 26 de setembro (na Avenida Epitácio Pessoa, altura do número 3.100).