Luisa Lins

Na tarde do dia 8 de outubro, um concerto de música clássica foi realizado nas instalações do Ibeu de Copacabana. As pianistas Leila e Irene Mutanen, acompanhadas da cantora Yara Cruz, levaram composições de artistas finlandeses ao público, que pôde conferir a apresentação gratuitamente.

“Toquei com a minha irmã e foi incrível! Trabalhamos com diversos estilos para alcançar todos os gostos. Exploramos, principalmente, as músicas brasileira e finlandesa, dentre tantas outras. Somos descendentes de finlandeses, então foi muito significativo tocar canções das nossas origens. Realizamos em solo e tocamos em quatro mãos, nós duas no piano, foi bem divertido”, opinou Leila, mencionando o repertório repleto de composições de Ilmari Hannikainen, Erkki Melartin, Jean Sibelius, dentre outros. Para ela, levar a música clássica a um ambiente intimista, sem o âmbito formal dos demais espaços onde costuma ser executada, foi muito prazeroso.

“Essa foi a primeira vez que nós duas tocamos juntas”, observou Irene, que destacou o misto de emoções que a música clássica traz em sua vida. “Eu e minha irmã desde crianças fomos influenciadas pelos nossos familiares a apreciar a música clássica. A arte é uma necessidade vital, será eterna”, complementa. Sua emoção foi compartilhada pelos ouvintes: “A música clássica está acabando e a tendência é que quem aprecie mais seja o público de terceira idade. Mesmo que não seja a maioria, observo muitos jovens interessados, como acontece no Conservatório de Música. Espero de verdade que ela resista, porque é lindo demais, remete a memórias e reflexões”, finalizou um deles.