As sugestões de leitura para esses dias de isolamento estão chegando ao fim. A última parte será publicada amanha, mas antes que a lista acabe, confira as indicações anteriores clicando aqui.  As escolhas de hoje, mais uma vez, prometem atender todos os gostos. Confira:

Em Defesa de Jacob (William Landay)

Um procurador acredita viver uma vida perfeita até descobrir que seu filho, Jacob, é o principal suspeito do assassinato de um colega de turma. Ao mesmo tempo que o protagonista acredita na inocência do adolescente, ele descobre, ao longo do processo, um adolescente frio e calculista, totalmente diferente da pessoa que ele acreditava conhecer. Os desdobramentos trazem à tona antigos segredos da família, mas a dúvida persiste: Jacob seria capaz de matar uma pessoa?

Holocausto Brasileiro (Daniela Arbex)

Uma leitura difícil, porém, necessária. Neste livro, a autora traz um estudo dos horrores cometidos no Hospital Psiquiátrico de Barbacena, em Minas Gerais, onde 60 mil pessoas morreram vítimas de todas as atrocidades possíveis e imaginárias, até 1994. Essa macabra passagem da história do Brasil ficou esquecida, o que evidencia a necessidade de conhecer o que aconteceu para evitar que se repita. O livro traz, ainda, relatos de sobreviventes e testeminhas.

No ano de 1830, um estudante de Medicina passa a saquear túmulos e comercializar cadáveres no mercado negro para pagar seus estudos. De repente, uma série de assassinatos envolvendo profissionais da saúde o transforma no principal suspeito. Para provar sua inocência, ele se úne à única testemunha dos crimes e juntos, partem em busca do maníaco. A história se interliga com outra que acontece nos dias atuais, quando uma mulher encontra um crânio enterrado em seu jardim.

Um Estudo em Vermelho (Arthur Conan Doyle)

Sherlock Holmes é uma figura mundialmente famosa. Sua saga começa em “Um Estudo Em Vermelho”, onde o icônico personagem e seu fiel escudeiro, Watson, são apresentados em uma investigação particularmente difícil, na qual até a Scotland Yard pede sua ajuda: ele deve descobrir a verdade sobre a morte de um homem. Lançado em 1887, o livro não apenas segue como uma leitura atual como ainda conquista novas gerações.

O Instituto (Stephen King)

Trata-se do título mais recente do Mestre do Terror, lançado no fim de 2019. Dessa vez, apesar de de continuar abordando questões paranormais, ele aposta em uma trama mais realista e crível ao abordar a história das crianças com talentos especiais que foram sequestradas após seus pais serem assassinados. Juntas, elas precisam derrotar o grupo que as capturou e que as insere em experimentos científicos diversos.