O fim de semana está com uma programação variada nos teatros da Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro. O destaque é para a estreia “A invenção do Nordeste” no Teatro Municipal Carlos Gomes. A peça, homônima da obra do professor Durval Muniz de Albuquerque Junior, conta com humor a história de um diretor que é contratado por uma grande produtora para realizar a missão de selecionar um ator nordestino que possa interpretar um personagem nordestino. O espetáculo reflete identidade, cultura e história da região do Nordeste.

     O Centro Cultural João Nogueira – Imperator abre as portas pela primeira vez para a peça “Quando a gente ama” que canta os altos e baixos do amor, a partir do repertório do sambista Arlindo Cruz. Tem estreia também para o público infantil no Centro Cultural João Nogueira – Imperator. O clássico “O mágico de Oz” mostra a aventura da menina Dorothy que vai parar em uma terra muito distante e faz novos amigos bem diferentes após sobreviver a um misterioso ciclone.

    Já o Teatro Municipal Ziembinski leva para o palco uma reflexão sobre os processos psicológicos de um relacionamento abusivo com o espetáculo “Abraços que sufocam”.

Serviço:

 INVENÇÃO DO NORDESTE

Teatro Municipal Carlos Gomes – Praça Tiradentes, s/n°, Centro.

De quinta a sábado, às 19h, e domingo, às 18h. Até 28 de julho.

Ingressos a partir de R$ 20.

QUANDO A GENTE AMA

Centro Cultural João Nogueira – Imperator – Rua Dias da Cruz, 170, Méier.

Sexta e sábado, às 20h, e domingo, às 19h. Até 4 de agosto.

Ingressos a partir de R$ 25 (meia).

O MÁGICO DE OZ

Centro Cultural João Nogueira – Imperator – Rua Dias da Cruz, 170, Méier.

Sábados e domingos, às 16h. Até 04 de agosto.

Ingressos a partir de R$ 20 (meia).

 ABRAÇOS QUE SUFOCAM

Teatro Municipal Ziembinski – Avenida Heitor Beltrão, s/nº, Tijuca.

Sexta e sábado, às 20h, e domingo, às 19h. Até 4 de agosto.

Ingressos a partir de R$ 10 (meia).

Os horários e programação são passados pela produção. A Editora Posto Seis não se responsabiliza por alterações.