Luisa Lins

Há 21 anos é realizada, no Parque Garota de Ipanema, a cerimônia “Cruzada pela Paz Mundial – Projeto Santa Sara Kali”, com diversas atividades para homenagear a padroeira universal do povo cigano, Santa Sara Kali. Com o intuito é apresentar a verdadeira cultura, com suas crenças e costumes, o próximo evento acontece dia 24 de novembro, das 16h às 20h.

O Dia Nacional do Cigano é comemorado dia 24 de maio e, por isso, no 24 de cada mês, há uma celebração com direito a danças e músicas. De acordo com a cigana Lhuba Batuli, é importante desconstruir a ideia, apontada por ela como errada, que a sociedade cria do mundo cigano e continuar na luta para obter um reconhecimento necessário. “Na internet, o que mais se vê é informação incorreta do nosso povo. Esse evento tem o intuito de além de reafirmar a nossa crença, apontar ao público leigo o que verdadeiramente acreditamos e praticamos”, explica.

A presidente da fundação Santa Sara Kali, Mirian Batuli, mostra-se realizada com a conquista de seu povo, que ganhou um espaço oficial (a “Gruta Santa Sara Kali”, no parque) e teve sua culura reconhecida como patrimônio histórico do Rio de Janeiro. “Neste momento de grande importância para meu povo, que sempre foi muito excluído e nunca foi lembrado em nenhuma iniciativa de políticas públicas, festejar com meus irmãos Roms (ciganos) e Gajês (não ciganos) as vitórias alcançadas, será a certeza absoluta de que é possível acreditar num mundo melhor, mais digno, amigo, justo e solidário”, finaliza.

Diversos órgãos apoiam o projeto, como Governo Federal, através do Ministério da Cultura e da Secretaria de Diversidade Cultural; Secretaria Especial da Promoção da Igualdade Racial; Governo Estadual através da Superintendência de Igualdade Racial; Prefeitura do Rio de Janeiro; Subprefeitura da Zona Sul e OAB/RJ – Comissão de Direitos Humanos. Mais informações podem ser obtidas através do e-mail contato@ciganamirianstanescon.com.br ou do telefone: 99630-8830