Editora Posto Seis

Editora Posto Seis
Av. Nossa Senhora de Copacabana, 1.133 loja 111
Cep. 22070-010 - Copacabana - Rio de Janeiro - RJ
Telefone: (21) 2523-7853 - Fax: (21) 2521-9597

Editorial | Publicidade | Jornais de Bairros | Mapa Turístico | Contato

Jornal Posto Seis

Edição 458. Clique para ampliar...

Especiais Posto Seis

Edição 2015 - Natal. Clique para ampliar...

Jornal Via Ipanema

Edição 113. Clique para ampliar...

Jornal Via Flamengo

Edição 119. Clique para ampliar...
SurfRio
Solar Meninos de Luz

Últimas Notícias


24/04/2017:
Show em Ipanema comemora os 50 anos da Tropicália
Leia mais...
03/04/2017:
Desprestigiada, RA está sem administrador nem sede
Leia mais...
22/03/2017:
Esquadrilha da fumaça realiza show aéreo em Copacabana
Leia mais...
21/03/2017:
Acessibilidade ainda é precária em Copacabana
Leia mais...
21/03/2017:
Frequentadores do calçadão de Copacabana reclamam da má conservação
Leia mais...
21/02/2017:
Falta de poda adequada das árvores prejudica iluminação da Rua Leopoldo Miguez
Leia mais...

Política x políticos

A legislação brasileira é implacável, confusa e extremamente burocrática para se abrir um novo negócio e pior ainda para fechar (dar baixa) um empreendimento que porventura não deu certo. No setor alimentício as exigências são tantas que o novo empreendedor quando se vê envolvido na quantidade de papeis, licenças, autorizações... volta e meia desiste antes mesmo de começar.

Sem dúvida a área de alimentação é extremamente complexa e não é para amador. Não basta o novo empreendedor ter apenas uma boa ideia, precisa cumprir todas as exigências necessárias da lei e ainda ter bom senso para transformar seu novo negócio em um ótimo empreendimento de futuro. Para isso, é essencial que se preocupe também sobre as questões de acessibilidade e segurança alimentar. Dois itens fundamentais que certamente vão determinar as diferenças entre o sucesso e o fracasso, os erros e os acertos.

Geralmente os clientes que não necessitam de estruturas especiais não percebem o quanto é necessário que o estabelecimento possua estruturas fundamentais para o atendimento e movimentação de pessoas com deficiência visual (DV) ou mesmo mobilidade reduzida. Uma das leis do Estado raramente cumpridas é a 3879 que obriga que "os bares, restaurantes, lanchonetes, coloquem à disposição dos fregueses deficientes visuais cardápios em braile onde devem constar o nome do prato, ingredientes usados no preparo, relação de bebidas e os preços, além de outras informações necessárias". Para quem já flagrou um DV sozinho num restaurante dependendo da boa vontade do garçom em ajudá-lo, sem dúvida percebeu como é constrangedor, principalmente quando a casa está cheia. Portanto é um contrassenso esses locais não possuírem o mínimo para o bom atendimento.

Novos empreendedores dessa área devem se ater nessas questões além das exigidas por lei, pois garantir a acessibilidade não só para esse grupo mas também para cadeirantes, clientes com mobilidade reduzida temporária (uso de bengala, muleta ou andador), mães com crianças de colo é fundamental.

Em contrapartida o estado deveria facilitar e ajudar a criar novos negócios através de linhas próprias de financiamento, cursos de treinamento e assistência durante os primeiros meses de funcionamento através de sua própria rede de fiscalização. Outro estímulo poderia partir através do momento em que o novo empresário se dirige à junta comercial de seu estado para efetuar o registro da nova empresa. Esse seria o momento para um provável encaminhamento a um setor específico do Governo do Estado, preparado para dar início as instruções sensibilizando o empreendedor sobre o benefício de um breve treinamento em como gerar o novo negócio além de dicas como implantar rampas de acesso e piso antiderrapante, banheiros mais amplos com barras ao lado dos vasos sanitários, balcões de pias em altura acessível para cadeirantes, entre outras adaptações inerentes ao bem estar dos futuros clientes.

A cada dia a função do Estado deve ser repensada com o objetivo não só de arrecadação mas, principalmente, de auxiliar novos negócios. Esses são os principais ativos para uma melhor arrecadação de forma eficiente, gerando emprego, incentivando o consumo e aumentando a cadeia produtiva empresarial.

 



FaceBook...
Flickr...
Mantenha-se informado:
 
Rio Turístico...
Turismo...
Resumo das Telenovelas...
Condomínio...
Comunidade...
Gourmet...
P6 Saúde...
Mapa de Copacabana (1.3Kb)
Clique para fazer o download...
Mapa de Ipanema (1.4Kb)
Clique para fazer o download...
Locais de Distribuição:
CLIQUE AQUI!
 
Compras Coletivas...
Compartilhe...
Compartilhe...
Compartilhe...
Compartilhe...
Industria Virtual...

Os textos assinados são de responsabilidade dos autores,
que os cederam gentilmente e podem não refletir a opinião do editor.