(Foto: Divulgação)

O 19º BPM anunciou uma novidade no fim de junho: o uso de patinetes elétricos no patrulhamento da orla. Os equipamentos estão sendo empregados no policiamento da ciclovia para prevenir roubos e furtos a transeuntes, visando acompanhar o retorno do fluxo de pessoas nas atividades do calçadão.

A ideia é evitar o desgaste dos agentes para que, quando solicitados, possam dedicar todo o seu condicionamento às demandas. Ao todo, dois patinetes foram adquiridos pelo batalhão e um terceiro, doado pela empresa fornecedora, que, em seu site, cita que seus patinetes têm autonomia para percorrer até 40km antes de ser necessária outra carga na bateria – o equivalente a cerca de 20 idas e voltas do Leme ao Posto 6. Cada um alcança até 40km/h, mas, de acordo com a região, pode ter a velocidade máxima ajustada conforme as determinações locais.

Os policiais militares empenhados neste serviço receberam orientações e equipamentos de proteção individual, visando a prevenção de acidentes, e o uso teve início imediato após o anúncio da notícia no Instagram da unidade (@19bpm_pmerj), onde a aceitação foi total. “Forma ágil de policiamento. Boa iniciativa”, elogiou um dos usuários, seguido por outro: “Muito bom, vcs merecem esta mobilidade!”.

O uso de aparelhos como estes já fora adotado por outros órgãos de segurança em cidades variadas, como São Paulo e Porto Alegre. No Rio de Janeiro, não há registro de outra ação anterior a esta envolvendo este meio de transporte.