Luiza Lunardi

      No dia 4 de junho, o Jornal Posto Seis serviu de base para uma ação social organizada pelo Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ) da Universidade Estácio de Sá – Campus Dorival Caymmi. Fruto de uma parceria firmada com o jornal e a Sociedade Amigos de Copacabana, o evento ofereceu consultorias jurídicas gratuitas para moradores de baixa renda, e arrecadou doações para o Solar Meninos de Luz.
Segundo a coordenadora de atividades complementares do Campus Dorival Caymmi, Gisela França, a ação do dia 4 serviu para reforçar ainda mais a proximidade do ambiente acadêmico com a sociedade. “Este tipo de evento é importante para despertarmos o interesse dos alunos no lado social da profissão”, resume. Para ela, colocar os estudantes em contato direto com moradores de Copacabana é como uma aula fora da universidade. “Apareceram demandas de consultorias sobre direito da família, direito sucessório, e outros tipos de auxílio. Um material muito rico para futuros advogados”, completa.

     Coordenadora do NPJ, Rosana Tostes conta que 20 estagiários foram disponibilizados para atendimento. “Os alunos têm a oportunidade de lidar na prática com o que aprendem em sala. Só que nas consultorias não têm consulta, eles não podem checar na literatura o que devem fazer. É o momento de mostrar todos os conhecimentos adquiridos no decorrer do curso”, afirma.
Ao longo da manhã de prestação de serviços, foram arrecadadas 87 latas de leite em pó, uma resma de papel chamex, 9 kg de alimentos não-perecíveis, e diversos materiais escolares. Todas as doações foram encaminhadas para o Solar Meninos de Luz, organização filantrópica que atende crianças e adolescentes das comunidades Pavão Pavãozinho e Cantagalo. “Achei um resultado bastante positivo, e que estreita ainda mais a relação que temos com o Solar”, finaliza Rosana.