Luiza Lunardi

      No dia 4 de junho, o Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ) do curso de Direito da Universidade Estácio de Sá – Campus Dorival Caymmi oferecerá consultorias jurídicas gratuitas através de uma ação social realizada em Copacabana. O evento é uma parceria do núcleo com a Sociedade Amigos de Copacabana e o Jornal Posto Seis, e acontecerá na sede do jornal, na Av. Nossa Senhora de Copacabana, número 1133 loja 111 (Centro de Comércio Cidade Jardim Copacabana), das 9h às 14h.

Créditos: Divulgação

     Coordenadora do NPJ, Rosana Tostes informa que o grupo promove as consultorias periodicamente em diversas comunidades e praças. “Procuramos sempre atender a população carente, que tem mais dificuldade de acesso a esse tipo de informação. Tiramos dúvidas, damos esclarecimentos e encaminhamentos sobre Direito nas mais diversas áreas, como Direito da Família, Direito Sucessório, Direito do Consumidor, entre outras”, conta.

     As ações não representam todo o trabalho realizado pelo NPJ. Em muitas situações, a consultoria é apenas o primeiro passo dos casos, que são encaminhados e acompanhados pelos alunos de Direito da Universidade Estácio de Sá, sob a orientação de um professor advogado. “Normalmente nós marcamos um dia para que a pessoa venha na universidade e conheça nosso laboratório, onde o atendimento pode ser dado de forma mais completa”, acrescenta Rosana.

     A assistência jurídica funciona como estágio obrigatório para alunos a partir do sétimo período de Direito. Para a coordenadora do NPJ, todo o processo é muito positivo para quem desfruta das ações sociais, e também para quem ajuda a organizá-las. “As ações são promovidas como uma forma de mostrar a conscientização que nossa instituição e nossos alunos têm. Serve também para reforçar o papel social do advogado, e como a profissão deve exercer a cidadania acima de tudo”, finaliza.

    Além das consultorias prestadas, o evento servirá como base para a arrecadação de materiais escolares e alimentos não perecíveis para o Solar Meninos de Luz. O Solar é uma organização filantrópica, que atende crianças e adolescentes das comunidades Pavão Pavãozinho e Cantagalo.