Após dois anos, a árvore de Natal da Lagoa volta a brilhar na noite do dia 1º de dezembro. O retorno do símbolo, dessa vez medindo 70 metros (o equivalente a um prédio de 24 andares), é patrocinado pela Petrobras e esta planejado um espetáculo de fogos de artifício durante sete minutos. As luzes da árvore poderão ser vistas até dia 6 de janeiro.

Assinada pelo cenógrafo Abel Gomes, ela é composta por 900 mil lâmpadas LED, que proporcionarão oito fases cenográficas. O espetáculo de luzes e cores espalhará tons de verde e amarelo pela Lagoa. A megaestrutura da árvore começou a ser montada em outubro em uma balsa com 11 flutuadores, que somam 900 metros quadrados de superfície. Cerca de 1.2 mil pessoas, entre produtores, engenheiros, técnicos e artistas foram envolvidos no projeto de construção. “A cada ano, a árvore incorpora e integra recursos tecnológicos de última geração, nos campos das técnicas construtivas, navegabilidade, eficiência energética e muito mais. São avançadas tecnologias à serviço da expressão poética e da mensagem transformadora do Natal”, descreve o presidente da Backstage (empresa que coordena a montagem da estrutura), Nelson Drucker.

Terceiro maior evento anual da cidade em público, atrás apenas do Carnaval e do réveillon, e inserida no calendário oficial do estado, a inauguração da árvore é referência internacional de Natal, atraindo a atenção de milhares de pessoas de todos os cantos do Rio, do país e até mesmo do exterior. “O nosso combustível, a nossa energia, o que move a gente agora vai iluminar as noites da Lagoa. Ao trazermos de volta a árvore ao Rio, estamos dando a nossa contribuição para que todos sigam em frente rumo a grandes conquistas”, resume o presidente da Petrobras Distribuidora, Ivan de Sá.

O idealizador do retorno, Roberto Medina, enxerga nessa nova fase um ressurgimento do orgulho de ser carioca. “O Rio é uma cidade que nasceu para brilhar e ficou mais triste nesse tempo sem a árvore. Estou muito satisfeito com a volta desta ilustre moradora da cidade. Espero que ela simbolize um novo tempo, marcado por renovação, prosperidade e paz”, diz. A presidente da Dream Factory (empresa responsável pelo projeto), Duda Magalhães, reforça essa visão positiva: “Queremos deixar a experiência de visitar a Lagoa ainda mais inesquecível. Certamente, o Natal e a cidade vão brilhar ainda mais”, aposta.

Desde setembro, a Árvore do Rio faz parte do calendário oficial do estado. O decreto que oficializou a decisão ressalta que o projeto atrai um grande número de moradores e turistas para o local, gera desenvolvimento econômico e oportunidades de empregos no Rio de Janeiro.