Luisa Lins

     A COVID-19 já infectou pessoas do mundo inteiro e o casal Alex e Rafaella Brasileiro faz parte das estatísticas dos casos confirmados, assim como seus dois filhos. Com o intuito de mostrar ao mundo o dia a dia de uma família contaminada, conscientizando sobre a importância dos cuidados necessários, eles abriram suas redes sociais para externar ao mundo como foi esse processo.

     Alex foi o primeiro a apresentar sintomas e a doença foi confirmada através de testes. “Depois de uma viagem para São Paulo, em que fui a uma feira, tive febre mais ou menos dois dias depois, além de muita tosse seca, dores no corpo, fadiga e fiquei alguns dias sem paladar e olfato. Acabei transmitindo para minha mulher, que também fez o teste e como meus filhos são pequenos (Maria tem 10 anos e Joaquim, 1 ano e 8 meses), precisávamos estar próximos fisicamente. Eles pegaram também, mas não apresentaram sintomas”, conta. 

     Outro ponto destacado por Alex é que a decisão de expor esse momento para seus seguidores é de conscientizar o público por meio da vivência real, evitando discussões sobre a parcialidade do meio usado difundir os problemas da doença. “Tivemos uma repercussão bem positiva e cumprimos nosso papel de sermos solidários e ajudarmos, através da tecnologia”, afirma. O casal, premiados arquitetos, já usava as redes sociais para apresentar aos usuários o trabalho diário, que não parou durante o isolamento: de casa, eles continuaram comandando as operações da empresa e gerenciando suas equipes. 

     Para Rafaella, a maior preocupação foram seus filhos. “Esta, com certeza, foi a parte mais difícil. Ver os meus filhos com essa doença foi um desafio. Felizmente as crianças não são consideradas grupo de risco e sofrem menos que adultos neste caso”, finaliza. Mais informações sobre o casal, a doença ou a vida de trabalho estão disponíveis nas contas do Instagram @boranaobra ou @bora.arq