A 17ª Temporada da Truta Visconde de Mauá teve início no fim de outubro. Até dia 10 de novembro, as pousadas e os restaurantes celebram o evento, no qual são servidos pratos ou petiscos que usam esse peixe, que se adaptou muito bem nas águas cristalinas da região, como ingrediente principal. Que tal programar uma ida à região, uma referência em ecoturismo no Rio de Janeiro?
As vilas de Maromba e Maringá, bastante próximas de Visconde de Mauá, costumam ser escolhidas pelos turistas para hospedagem, visto que estão mais bem localizadas em relação aos atrativos. Maringá, principalmente, já que reúne melhor estrutura turística principalmente para quem vai sem carro, já que a maioria das agências que oferecem os passeios estão instaladas ali. Quem vai de carro tem mais autonomia neles, mas alguns ainda são de difícil acesso a veículos que não sejam 4×4.
Algumas cachoeiras são consideradas “obrigatórias”, como a do Escorrega, acessível por meio de uma estrada que deixa a 100m de seu poço. Ali, a vazão da água descendo por uma pedra bastante lisa forma um escorregador natural, divertindo os visitantes. Saindo de lá e seguindo pela mesma estrada, chega-se ao Poção da Maromba. É necessário percorrer uma trilha leve por cerca de dez minutos, mas, passado o trajeto, apenas relaxe durante o banho!

      Outra escolha que agrada bastante os visitantes é a Cachoeira Santa Clara, apontada por muitos como a mais bonita. Por ter uma pequena praia de pedra, costuma oferecer mais conforto aos visitantes. Muitos se arriscam a praticar rapel no local. O acesso, como as anteriores, também é considerado fácil e indicado para todos os públicos. O Vale do Alcantilado é outra atração que faz sucesso: trata-se de uma trilha de cerca de 1,5km com nove cachoeiras – apenas a última, que dá nome ao espaço, não é liberada para banhistas, Por ser uma propriedade privada, é necessário pagar ingresso, o que dá direito a uso ilimitado do local. Por isso, são aconselhadas algumas horas para a atração, já que cada queda d’água possui suas particularidades.
A região de Mauá também oferece atrativos para quem é fã de trilhas. A do Poço do Marimbondo exige bom preparo físico, já que, por ela, anda-se por cerca de três horas por um caminho íngreme – com um veículo 4×4, pode-se aproximar bastante de lá, mas a maioria dos visitantes faz o percurso a pé. Ao fim, chega-se à enorme piscina natural de águas verdes, recompensando pelo esforço. Outra que atrai mais aventureiros é a da Pedra Selada, uma subida de cerca de duas horas por mata fechada. Ao término, chega-se ao pico mais alto da região. Não deixe de assinar seu nome no caderno mantido no local para registrar os corajosos que chegaram ao fim!
Ao fim de cada dia, a variedade de restaurantes, com cardápios para todos os bolsos, são imensas. Não deixe de provar da famosa truta. Neste ano, são 37 os restaurantes participantes – a listagem deles, assim como o cardápio da maioria, pode ser conferida em
www.visiteviscondedemaua.com.br/noticias/temporada-da-truta-2019-10-de-outubro-a-10-de-novembro