Luisa Lins     

O Conselho Comunitário de Segurança da 23ª área integrada de segurança pública (CCS-AISP 23) se encontrou na manhã do dia 25 de abril para realizar a reunião mensal. Contou com a presença de moradores de bairros da Zona Sul e autoridades responsáveis. Os assuntos mais abordados foram o som alto de festas na região da Gávea, como as realizadas no Jockey Club, que vem incomodando vizinhos e o aumento dos moradores em situação de rua.

     A mesa da reunião foi composta pelo representante do programa Ipanema Presente, capitão André Curvello, por José Marcos Monteiro, o presidente eleito no momento da reunião, pelo representante da Superintendência Regional da Zona Sul,Vitor Resende,assessor do Marcelo Maywald e os delegados da 11ª DP Carlos Abreu, titular; 14ª, Antenor Martins ; 15ª, Carlos Sodré, substituto de Alberto Lage e 23ª Coronel Ruy França

     Assumindo a posse na presidência do conselho, José Marcos fez questão de reforçar que a palavra de ordem para seu mandato é acolhimento. “Nossas ideias devem ser acolhidas, e a partir desse momento gostaria de mostrar nosso acolhimento a elas” – afirma.

     Uma reclamação recorrente foi a presença dos moradores em situação de rua nas calçadas de vários bairros da Zona Sul. Os presentes questionaram o que fazer com essas pessoas que acabam morando na rua . Um dos representantes da PM explicou que o trabalho é complexo: “Não podemos simplesmente retirá-los. Fomos notificados pela defensoria pública que só podemos atuar de forma compulsória, com a presença de assistente social.”

     Em outro momento, uma moradora de Ipanema, do posto 8, reclamou de um bar localizado na orla, que possui além da música alta, DJs com toda a aparelhagem o que causa um barulho ensurdecedor. “Parece uma rave, o chão da minha casa treme, é uma boate a céu aberto, isso é um absurdo” – protesta. Vitor Resende diz que irá fazer uma operação para verificar o problema.

     Os presentes afirmaram que em reuniões anteriores, as pessoas falaram que, muitas dessas questões já haviam sido discutidas. Um morador de Ipanema elogiou a eficácia do programa Ipanema Presente e o trabalho da polícia militar nos dias das chuvas fortes que ocorreram na cidade.

     O presidente, José Marcos, finalizou agradecendo a presença e falou da necessidade de transformar o lugar que nós vivemos.