Em comemoração ao Dia da Consciência Negra, celebrado amanhã, o governador Luiz Fernando Pezão assinou, no início do mês, o tombamento do Cais do Valongo, patrimônio histórico e cultural do Estado do Rio, construído no começo do século XIX e marco do comércio de escravos no país.

Localizado na Região Portuária, o Sítio Arqueológico é considerado Patrimônio Mundial pela Unesco e o circuito reúne ainda a Pedra do Sal, o Jardim Suspenso do Valongo, o Largo do Depósito, o Cemitério dos Pretos Novos e o Centro Cultural José Bonifácio.

A cidade também recebe a exposição Cartografia da Africanidade Fluminense, aberta ao público na Casa França Brasil, reunindo aproximadamente 500 itens que buscam retratar as contribuições dos povos africanos para a formação do Brasil. Mais de 7 mil pessoas já visitaram a mostra que fica em cartaz até amanhã.

Fonte: Governo do Estado do Rio de Janeiro