O espetáculo “Só Acaba Quando Termina” estreia curta temporada em 19 de outubro, na plataforma Zoom. A partir de uma pesquisa sobre sexualidade com pessoas de mais de 60 anos, a peça faz um mergulho bem-humorado e emocionante na intimidade de quem envelhece num mundo que ignora e tem medo do erotismo na velhice. As sessões, sempre às segundas, às 21h, podem ser assistidas até 9 de novembro.

Quantas pessoas se recusam a admitir que idosos também sentem desejo e fazem sexo? O argumento é sempre o mesmo: pais ou avós não fazem mais “esse tipo de coisa”. Se fizerem, são tachados de senis. Para muitos jovens as pessoas mais velhas devem ficar em casa de chinelo assistindo TV. Erotismo? Só no cinema.
Em 2017 e 2018, a jornalista Tania Celidonio fez uma pesquisa pela internet com 250 pessoas nessa faixa etária sobre a importância do sexo e do desejo. Os depoimentos deram origem ao livro “Mistérios da Libido na Velhice” (disponível no Amazon), uma amostra significativa do que acontece na realidade e no imaginário de pessoas maduras, que raramente falam ou são ouvidas sobre desejo, afeto e sexualidade.

Em cena, os três atores falam sobre o tema com naturalidade, mesmo quando abordam temas como masturbação, ciúme, tesão (ou falta de), impotência, orgasmo e as dificuldades para namorar e transar depois dos 60. “Precisamos combater o preconceito e a invisibilidade da velhice. Já sabemos que as dúvidas e a falta de serenidade vão nos acompanhar até o último suspiro”, diz Tania.

Serviço:
Temporada: 19 e 26 de outubro; 2 e 9 de novembro (segundas-feiras), às 21h
Local: Plataforma Zoom
Duração: 40 minutos
Classificação: 14 anos
Ingressos: Contribuição consciente
Capacidade: 100 pessoas

Importante:
O link para o zoom do espetáculo vai estar disponível a partir de 15 de outubro no hotsite da peça: https://soacabaquandotermina.carrd.com