O festival Multicidade traz ao Rio de Janeiro mulheres artistas da Alemanha, Dinamarca, Reino Unido, França e Brasil (RJ, SP e PE) como forma de possibilitar o intercâmbio e a reflexão sobre o fazer artístico e o posicionamento da mulher na sociedade contemporânea. A direção geral e curadoria do festival são da atriz e diretora italiana Paola Vellucci, da diretora sérvia Jadranka Andjelic e da dramaturga e cineasta brasileira Eveline Costa. A atual edição se “espalha” pela cidade com cerca de 27 atividades acontecendo em 10 equipamentos no Centro e Zona Sul do Rio de Janeiro. A abertura, no dia 9 de novembro, será na área externa do MAM Rio – Museu de Arte Moderna de Rio de Janeiro, com apresentação do espetáculo de teatro aéreo “Paper Dolls” (Alemanha). Focado na produção teatral contemporânea e multimídia, a programação oferece ao público, de todos os gêneros, uma variada exibição de espetáculos, performances, instalações, concerto teatral, exposição fotográfica, mostra de vídeos, demonstração de trabalhos, falas temáticas e oficinas. Na 1ª edição, o festival ocupou, durante 8 dias, as dependências do Espaço Tom Jobim, localizado no Parque Jardim Botânico. Neste ano, Teatro Ipanema, Casa de Cultura Laura Alvim, Teatro Poeira, Casa França-
-Brasil, Espaço Sequência, Casa 7, Universidade Candido Mendes e Escola Nacional de Circo também se tornarão palco do evento. O encerramento será na Sala Cecília Meirelles
com o concerto teatral “Tout Moreau” do Voix Poliphonique (França). O Multicidade está conectado ao The Magdalena Project, uma rede internacional de mulheres atuantes no cenário artístico contemporâneo, que
têm como perfil a valorização do fazer artístico feminino e a contribuição para a criação e comunicação em rede, como forma de fortalecimento mútuo, num sistema primordialmente colaborativo. A diretora Jill Greenhalgh, uma das fundadoras do The Magdalena Project, participa da programação com uma oficina de construção da performance “Daughter/Filha”, que será apresentada no último dia do festival. Esta atividade
já realizada em Cuba, Dinamarca, Equador, Espanha, País de Gales e Suíça. Depois do Brasil, Jill a levará essa
atividade para o Japão, EUA e Irlanda. A programação completa e os locais das atividades pagas ou gratuitas, assim como informações e inscrições para participar das oficinas gratuitas e da programação do Espaço Aberto com curtas apresentações, work in progress e intervenções de até 15 minutos, estão disponíveis no site oficial www.multicidade.com.