O Forte de Copacabana completou 105 anos em setembro em grande estilo. Com programação variada, a instituição celebrou a data de portas abertas para a população, que pôde participar da festividade de formas diversas. Em paralelo, o espaço segue aberto a visitação, permitindo que cariocas e turistas conheçam o interior da fortificação e o museu.

     As atrações foram iniciadas no dia 24, com a aberta de uma exposição temática sobre a história da própria instituição. A mostra continuou sendo apresentada até dia 29 e, durante esse período, ocorreram três cerimônias religiosas em ações de graças, no dia 26. O culto evangélico foi realizado no Salão de Exposições Culturais; a missa católica, no Auditório Santa Bárbara e a reunião espírita, no Recanto do Museu.

     Na data exata do aniversário, dia 28, foi realizada uma solenidade, restrita a convidados, que reuniu civil e militares no Campo de Marte. Mais tarde, o pórtico foi aberto para o público, que pôde assistir a apresentação das Orquestras Violões do Forte e SindiRefeiçõesRJ também marcou a data, com participação especial do instrumentista Armandinho. O conjunto apresentou clássicos da MPB e sucessos internacionais, animando os presentes.

     O Forte de Copacabana foi fundado em 1914 como parte do sistema de defesa da cidade. Ao longo do tempo, a fortificação esteve envolvida em importantes passagens da história do Brasil, como a Revolta dos 18 do Forte, o primeiro movimento contra o tenentismo no país. Após ser desarmada, tornou-se, além de um sítio histórico, um espaço cultural, virando sede do Museu Histórico do Exército. Atualmente, é aberto para visitação de terça-feira a domingo. Mais informações podem ser obtidas em www.mhexfc.eb.mil.br.