A Guarda Municipal do Rio (GM-Rio) realizou uma solenidade em homenagem à mulher, na sede em São Cristovão, para valorizar 49 servidoras da instituição, autoridades e personalidades, especialmente da área de segurança e da administração pública. O prêmio, intitulado “Mulheres Extraordinárias” e criado especialmente para essa ocasião, foi entregue pela comandante da GM-Rio, inspetora Tatiana Mendes, em reconhecimento aos serviços prestados por elas à sociedade e à instituição.

Presente na cerimônia, a primeira-dama da Cidade do Rio de Janeiro, Sylvia Jane Crivella, uma das agraciadas, aproveitou o momento para parabenizar todos presentes e elogiar a iniciativa da inspetora em distribuir o prêmio. Também mencionou o êxito no trabalho que vem realizando com o projeto “Transformando Meu Quadrado”. O programa é uma iniciativa da Obra Social da Cidade do Rio de Janeiro que tem como objetivo melhorar a vida das pessoas nas regiões onde habitam. Segundo ela, pequenos gestos podem fazer grandes diferenças.

O evento foi realizado no mês em que se celebra o Dia Internacional da Mulher e no data do nascimento de Carolina Maria de Jesus, uma das mais importantes escritoras do Brasil, conhecida por seu livro “Quarto de Despejo: Diário de uma Favelada”. O objetivo do prêmio “Mulheres Extraordinárias” é inspirar a superação e a quebra de obstáculos e ainda estimular o respeito, a igualdade e a valorização dos direitos das mulheres.

“A premiação surgiu de uma homenagem que fizemos no ano passado para nossas servidoras. Ainda temos muita desigualdade em nossa sociedade e muitas ainda são vitimadas pelo simples fato de serem mulheres. Por isso, precisamos valorizar aquelas que trabalham diariamente na defesa de pessoas que necessitam de ajuda e que também são exemplos de superação”, destaca a comandante da GM-Rio.

Para a delegada titular da Delegacia de Mulher, Gabriela Von, o agraciamento é muito importante para a autoestima feminina. “A cerimônia foi muito bem conduzida pela inspetora Tatiana, principalmente na humanização quando ela citou cada homenageada não só pelo nome mas pelas especificidades de cada uma. Fiquei muito sensibilizada em ser uma das lembradas pois quando você é reconhecido, você se empenha e quer fazer ainda mais e melhor pela sociedade”. Sobre a questão do aumento do número de ocorrências sobre violência doméstica, a delegada frisou que esse resultado mostra que as mulheres estão quebrando paradigmas e se conscientizando da importância de registrar todas as queixas, por isso o crescimento da estatística.

No início da cerimônia, foi exibido um vídeo sobre a criação do Dia das Mulheres. O marco da data foi um incêndio na fábrica Triangle Shirtwaist, em Nova Iorque, no início do século XX onde morreram 123 mulheres e 23 homens por desleixo dos critérios de segurança no trabalho.

Segundo a agraciada Itamarcia Marçal, o evento foi uma grande aula de humanismo. “Como homenageada hoje pela Guarda Municipal do Rio de Janeiro, um misto de alguns sentimentos mesclaram-se: com tantos zelos e cuidados tão bem agregados pela inspetora Tatiana, deu vontade de acreditar novamente na nossa cidade só por ver um empenho feito com tanto amor.

Senti-me ali, no meio de tantas mulheres que são referência para o Rio de Janeiro, como parte de uma grande orquestra. Cada um está cumprindo sua função sob a batuta dessa grande humanista chamada inspetora Tatiana. É muito bom ser acolhida por essa servidora pública que tudo que faz nessa vida faz por amor”, conclui.