A Guarda Municipal do Rio de Janeiro iniciou às 6h30 desta segunda-feira, dia 5, a Operação Volta às Aulas com esquema especial de trânsito em apoio a escolas públicas e particulares, e a retomada do patrulhamento e das ações socioeducativas na rede de ensino, em apoio à Secretaria Municipal de Educação. A ação conta com as boas-vindas da equipe do Grupamento de Ronda Escolar a alunos da Escola Municipal Friedenreich, no Maracanã, além do esquema planejado pela Subdiretoria Técnica de Trânsito para minimizar os impactos na fluidez no tráfego, que acontece desde o dia 1 de agosto, com o início das aulas das escolas particulares.

     Os patrulheiros realizarão trabalho preventivo com foco na promoção da segurança dos alunos, distribuindo folhetos para pais e alunos com dicas de segurança, como a orientação para não falar com pessoas estranhas ou entrar em veículos desconhecidos. As equipes de atividades lúdicas e de palestras recomeçam as atividades contando com a participação dos bonecos Linda, Justo e os novos mascotes Bela e Gentil, além do Lápis do Conhecimento. Em parceria com a campanha Cerol Mata, a Ronda Escolar irá inserir o tema na palestra de prevenção da violência nesse semestre, para conscientizar os alunos sobre os perigos causados pelo uso do cerol e da linha chilena.

     A operação volta às aulas é realizada duas vezes ao ano e marca o retorno da Ronda Escolar realizado pelos patrulheiros nas escolas, além das equipes de atividades lúdicas e de palestras, que desenvolvem ações socioeducativas. Além disso, a nossa subdiretoria de trânsito coloca em prática o planejamento de apoio às escolas particulares e municipais, orientando motoristas, pais e professores a fazerem o embarque e desembarque rápido para evitar congestionamentos – explica a comandante da Guarda Municipal, inspetora geral Tatiana Mendes.

     Com efetivo de 181 guardas municipais, a Ronda Escolar é a principal frente da GM-Rio para interação com a comunidade escolar e atende regularmente cerca de 600 escolas do município com ações diárias dos patrulheiros, além das atividades socioeducativas. O patrulhamento preventivo no entorno e no interior das unidades de ensino é realizado com foco no atendimento a chamados emergenciais das direções das escolas, como nos casos de alunos acidentados, pessoas suspeitas no entorno das unidades escolares e ainda em casos de brigas entre alunos.

      Voltadas para o primeiro segmento, as atividades lúdicas tratam temas como a convivência sem violência, o combate à dengue e orientações para o trânsito, visando incentivar o desenvolvimento da cidadania entre as crianças. As palestras, voltadas para os adolescentes, abordam questões relacionadas à sustentabilidade até prevenção às drogas e à violência. Também são realizadas palestras para o corpo docente e para os pais e responsáveis No primeiro semestre de 2019, os patrulheiros realizaram 26.981 visitas às unidades escolares e atenderam a 1.091 chamados emergenciais. Já em relação às ações socioeducativas, foram realizadas 313 palestras e 350 atividades lúdicas.

 

Ônibus da Liberdade – Com a volta às aulas, a GM-Rio também retoma a operação especial em apoio ao programa Ônibus da Liberdade, que beneficia cerca de 9 mil alunos de 361 unidades escolares da Zona Oeste. Lançado em março de 2018,  o programa da Secretaria Municipal de Educação proporciona transporte gratuito para alunos de escolas em áreas onde os ônibus operam com intervalos que não atendem à necessidade de deslocamento dos estudantes. Guardas municipais fiscalizam o embarque e o desembarque dos alunos; orientam a travessia e atitudes seguras no trânsito, estimulando a conscientização de alunos, dos responsáveis e também dos motoristas; prestam auxílios diversos contribuindo inclusive para o aumento na sensação de segurança no entorno das unidades escolares.

 

Esquema de Trânsito – Iniciadas no dia 1 de agosto, as ações de trânsito contam com  38 guardas  municipais do Grupamento Especial de Trânsito (GET), atuando exclusivamente na fiscalização e na orientação do trânsito nos principais corredores viários e de grande concentração de escolas, em especial, as particulares, que registram maior movimento de veículos. Os agentes orientam os motoristas a evitar, por exemplo, obstruções de ruas e cruzamentos causados por filas duplas no embarque e desembarque de alunos, além de auxiliar na travessia de alunos para dar fluidez ao tráfego. Os agentes estão distribuídos em pontos estratégicos de 37 escolas nos horários de entrada e saída.

  

Corredores viários e escolas cobertas pela Operação Volta às Aulas

 Rua São Clemente, em Botafogo (via de acesso aos colégios Corcovado, Santo Inácio e Britânico); Visconde Silva, no Humaitá (colégio Andrews e Padre Antônio Vieira); Rua São Francisco Xavier, na Tijuca (colégios Militar e Pedro II); Avenida Maracanã (CEFET); Av. Bartolomeu de Gusmão, em São Cristóvão (Colégio Adolfo Bloch); Rua Cambaúba, na Ilha do Governador (Colégio Cambaúba); Rua Ernani Cardoso, em Cascadura (Escola Municipal Paraná); Rua Cerqueira Daltro, em Cascadura (Colégio Santa Mónica); Rua Hermínia, no Cachambi (Colégio Santa Mônica), Rua Isolina, no Méier (Colégio Martins); Av. Dom Helder Câmara, em Higienópolis (Escola Municipal Pace e Legião da Boa Vontade); Rua São Rafael, na Usina (Colégio Palas); Rua Conde de Bonfim, na Usina (Colégio São José);  Rua Araguaia, na Freguesia (Colégios Guarriga e Primus).

  Rua Geminiano Góis, na Freguesia (Colégio Santa Mônica); Estrada de Jacarepaguá, no Anil (Colégio Alfa CEM);     Rua Padre Ventura, na Taquara (Colégio Santa Mônica); Av. Nelson Cardoso, na Taquara (Colégio Nacional   ); Estrada dos Três Rio nº 763, na Freguesia  (Colégio Luís de Camões); Rua Edgar Werneck, na Cidade de Deus (Ciep João Batista);   Rua Rino Levi, Barra da Tijuca (Colégio Santo Agostinho);        Rua Cel. João Olintho, no Recreio (Colégio Ícaro); Av. das Américas, no Recreio (Colégio Notre Dame); Rua Professor Ferreira da Rosa, na Barrinha (CEI); Av. Vito Konder, na Barrinha (Colégios PH e Britânia The English School); Rua Correia de Araújo, na Barrinha (Escola Suíço Brasileira); Estrada do Joá, na Barrinha (Colégio Liessin);  Rua Ivo do Prado, em Campo Grande ((Escola Especial Municipal Maria Montessori). 

 

 Dicas aos motoristas

  •  Procure chegar antes para evitar o fluxo de veículos
  •  Obedeça a fila indiana
  •  Não pare o carro em local indevido, como filas duplas
  •  Não ocupe calçadas, porque isso dificulta a passagem de pedestres
  •  Faça paradas rápidas no embarque e desembarque
  •  Oriente seus filhos sobre a travessia, recomendando o uso da faixa de pedestre
  •  Combine previamente com o seu filho um ponto de encontro para o embarque e desembarque, antes ou depois do portão da escola ou em ruas transversais.
  •  Esteja sempre atento à sinalização e siga as orientações do guarda municipal.