Luiza Lunardi

No dia 13 de abril, logo após o fim de um ensaio da Orquestra Violões do Forte, o presidente do SindiRefeições (Sindicato dos Trabalhadores de Gastronomia), João Ricardo, anunciou a distribuição de cestas básicas mensais para todos os músicos do projeto até o final de 2019. O sindicato é um dos principais parceiros da orquestra, fruto de uma sociedade entre o Instituto Rudá e o Forte de Copacabana. A iniciativa acolhe jovens de comunidades carentes, dando-lhes a oportunidade de, através da música, alcançarem os seus sonhos.

Antes do comunicado, o conjunto finalizou a repetição do dia com a música “To sir, with love”, do filme homônimo (“Ao mestre, com carinho”, em tradução), dedicando-a a João Ricardo, que iniciou sua fala embargado de emoção. “Todos deveriam ver esse filme, fala muito sobre o carinho de alunos com seus mestres, e ouvi-la agora só me deixa mais feliz de estar aqui hoje”, disse o presidente do SindiRefeições, para, em seguida, divulgar o real motivo de sua visita ao ensaio.

As cestas básicas que serão distribuídas a cada mês têm 40kg cada, e são mais um incentivo para a continuidade do projeto. Além da iniciativa do SindiRefeições, que será colocada em prática a partir de agora, os jovens da Violões do Forte já recebem uma bolsa-auxílio para lidarem com despesas de deslocamento e manutenção dos instrumentos. “Esses meninos são o meu maior orgulho. São músicos de verdade, passam em importantes provas de música pelo Brasil e em várias bandas e orquestras do próprio Exército. A bolsa e as cestas são o mínimo que podemos dar para que eles possam se manter, ajudar a pagar as contas de casa e comer todos os dias”, conta Antônio Carlos, atual diretor musical da orquestra.

A nova conquista foi comemorada com muitos aplausos pelos alunos e diretores do projeto, e também pelo Comandante do Forte de Copacabana, o Coronel de Artilharia Alexandre Saraiva do Nascimento, que se fez presente na sala de ensaio do grupo. “O orgulho de fazer parte desse ambiente é enorme”, afirmou o comandante.