Mauro Franco, editor do Jornal Posto Seis; Flávia Homsy, moradora atuante no movimento comunitário, e Ten. Cel. Balbino

O comandante do 19º BPM, Ten. Cel. Marcos Balbino, completou um ano no cargo. Bastante querido pela população de Copacabana, o policial foi homenageado com um café-da-manhã oferecido pela Editora Posto Seis, que contou com a presença de parte da liderança comunitária e de moradores ativos no acompanhamento de demandas, todos cumprindo as recomendações de segurança necessárias para minimizar os riscos de contamiação pelo COVID-19.

No encontro, Balbino foi homenageado com um diploma do Jornal Posto Seis, entregue pelo jornalista Mauro Franco e uma placa comemorativa encomendada pela moradora Flávia Homsy, em agradecimento pelos serviços prestados. A data reforçou o que, para Balbino, foi o ponto forte do seu primeiro ano no cargo: a interação com a comunidade. “Conseguimos manter, mesmo em período de pandemia, essa comunicação ativa com a população”, comemora, citando também a redução das estatísticas que envolvem a unidade: “A queda dos índices criminais, mesmo com essa variável, realmente impactou bastante em todas as áreas”. As estatísticas do Instituto de Segurança Pública evidenciam essa melhora: entre agosto de 2019 e julho de 2020, foi contabilizada queda de 35,6% no total de roubos e de 10,31% de furtos, além do aumento de 71,7% de apreensão de drogas em relação ao somatório dos mesmos meses, nos 12 meses anteriores.

Os bons números impulsionam a boa relação com a comunidade: “Costumo dizer, usando as palavras da minha esposa, que sou mimado pelas pessoas que moram e trabalham em Copacabana. É a expressão que ela usa e é o que eu vejo. O que percebo é que é uma população que me deu uma oportunidade de ouvir uma frase que não ouvia há muito tempo em minha vida profissional. Há cobrança de resultados, de trabalho, mas sempre acompanhada da seguinte frase: ‘Em que eu posso ajudar?’”

Balbino continua: “Essa disponibilidade de trabalharmos juntos para alcançarmos uma solução é o que faz toda a diferença no ânimo do profissional e do cidadão”, palpita, anunciando uma novidade para reforçar, ainda mais, essa integração”: “Estamos iniciando um projeto para utilização da nossa quadra poliesportiva para melhorar a interação com a população de Copacabana, firmando parceria com professores de educação física, mestres de lutas e professores de dança. A ideia é dar vida àquele espaço tanto para os profissionais que trabalham no 19º BPM quanto para a população em geral”, finaliza.

Confira, abaixo, depoimentos de representantes dos moradores homenageando Balbino:

Tony Teixeira, presidente da Associação de Moradores de Copacabana (Amacopa): Temos o antes e o depois do Cel. Balbino em Copacabana. Ele é um cara que fez diferença. Tivemos brilhantes comandantes, mas o Cel. Balbino tem mostrado que, realmente, é uma pessoa diferenciada, que está no dia a dia do bairro, das coisas micro às macro. Inovando com novos procedimentos, conseguiu multiplicar a presença da polícia nas ruas, o que realmente deu a maior segurança para os moderadores. Tem sido um sucesso a gestão dele frente o comando do batalhão!

Horácio Magalhães, presidente da Sociedade Amigos de Copacabana (SAC): Há quase 2 semanas, a SAC entregou um certificado de reconhecimento pelos bons serviços. O Cel. Balbino está, realmente, fazendo um comando diferenciado. Está procurando atender, com todas as limitações de efetivo e materiais que tem; fazendo um comando muito participativo e acolhendo os pedidos da sociedade civil organizada. Estou muito satisfeito, tanto que fizemos essa homenagem e entregamos o certificado, uma caneca e a máscara que a gente fez com a logo da SAC, comemorando o aniversário do bairro (celebrado em 6 de julho). É uma lembrança para ele e um reconhecimento pelos bons serviços prestados nesse ano à frente.

Fernando Corrêa Lima, presidente do Conselho Comunitário de Segurança Pública: Como presidente do conselho, tenho a agradecer porque ele manteve a tradição das nossas reuniões serem lá no batalhão, cedendo o auditório com a mesma elegância dos comandantes anteriores. Ele está fazendo um belíssimo trabalho também com as inovações no policiamento. Ele costuma sair, passear pelo bairro e ver como está o policiamento. A comunicação que ele faz com o pessoal é ótima, ele manda mensagem no Whatsapp, ele avisa sempre o que está fazendo. Estamos achando o trabalho muito eficiente, fora a simpatia que ele traz às nossas reuniões, às conversas, aos esclarecimentos. Basicamente, vejo isso. Se ele não tivesse fazendo um bom trabalho, não seria homenageado.

Silvia Leal, presidente da Associação de Moradores dos Postos 5 e 6 (AMA56): Na minha opinião, como presidente da AMA56, o Cel. Balbino iniciou nova linha de aproximação com os moradores, informando as ocorrências e atuações para população, o que é importante. Quando a AMA56 solicita patrulhamento em áreas dos postos 5 e 6 de Copacabana, em que é comunicado a existência de concentrações de usuários de drogas, furtos e roubos a transeuntes e em prédios, o atendimento é imediato. Este feedback entre o Comandante e representantes das Associações e moradores, agiliza e melhora na eficiência das ações de intervenção da criminalidade. O patrulhamento através de motos, viaturas, bicicletas e triciclos, são muito eficientes no seu planejamento de segurança do bairro.

Déa Faro, presidente da Associação de Moradores Viva Leme: Está excelente! Ele começou a fazer uma outra filosofia de ação, mais humana. Inclusive, no batalhão, melhorou toda a situação dos policiais lá. No rancho, fez a comida melhor, até com um chef de cozinha. Os comandados estão muito contentes. Ele é muito atuante. Quando tem alguma operação, ele vai junto. Não para quieto. Sempre faz coisas diferentes de participação. Estamos sempre participando de coisas boas. Acho que é muito louvável. Ele deu um cunho diferente ao batalhão. É muito bom!

Flávia Homsy, moradora participativa no movimento comunitário: Acho que ele está bem diferenciado até pela forma que ele faz essa interação com os moradores. Dá muito ouvido aos moradores, dá retorno. Acho que essa integração faz toda a diferença. Tenho notado, inclusive, muito mais policiamento. Um policiamento estratégico junto com o Rio + Seguro e o Copacabana Presente. Quando tem ajuda do Copacabana Presente, ele ajuda para que, à noite, tenha muito policiamento. A gente vê uma diferença muito grande. Estou gostando bastante. A sensação de segurança está muito maior!

Paulo Carvalho, administrador do grupo “Copacabana Alerta”: Como um dos administradores do Copacabana Alerta e também morador de Copacabana, parabenizo pelo excelente trabalho desempenhado pelo Cel. Balbino à frente do seu primeiro ano como comandante do 19º BPM. A melhora no policiamento em Copacabana é amplamente percebida e digna da nossa mais sincera homenagem e agradecimento.